terça-feira, 20 de outubro de 2009

EPITÁFIO DO AMOR PERDIDO


Guarde na sua memória o calor do meu corpo e o brilho dos meus olhos; não se esqueça do meu sorriso e do meu beijo e nem tampouco da forma com a qual nossos corações uniam-se na infinidade do tempo que para nós era tão curto.

Como bons errantes, tentaremos sempre ressucitar nosso amor que com toda a certeza irá arder por tempos mas apagará e será acesa novamente. Por consequência momentos de inspiração virão e lágrimas cairão mas nada suficiente para que nos afastemos por mais de dois ou três dias.

Seremos sempre uma história sem fim, mas que para sempre vai errar. Dois corpos que ocupam o mesmo lugar mas com um egoísmo suficientemente forte para nos dividirmos. É por amá-lo tanto que me liberto e então abro meu coração para deixá-lo ir e voar. Voe, voe bem alto; não se esqueça dos valores, das lições e de tudo que aprendeu.

Obrigado por me fazer um grande sonhador, por amá-lo e principalmente por sempre me encorajar a fazer tudo aquilo que me amedronta.

Por enquanto deixo enterrado mais um capítulo nosso, apenas por enquanto. E por enquanto esse será o último texto onde irei me manifestar pra você, ou demonstrar algo. Estou livre e em uma nova fase onde você faz parte apenas como um amigo, e será melhor assim

Carinho,
Rafael Pimentel.

6 comentários:

Paulinho | 20 de outubro de 2009 16:17
Este comentário foi removido pelo autor.
Paulinho | 20 de outubro de 2009 16:18

"Amy Winehouse- Back to black" pra vc rafinha!

Thales | 21 de outubro de 2009 07:13

O melhor de todos! *-*

Paulinho | 25 de outubro de 2009 17:28

Ainda no epitáfio??? enterra logo esse amor perdido...

catrak | 26 de novembro de 2009 17:27
Este comentário foi removido pelo autor.
Larissa Alves | 29 de novembro de 2009 09:13

Dois corpos que ocupam o mesmo lugar mas com um egoísmo suficientemente forte para nos dividirmos.
caraca rafa,adorei! parabéns *-* continue escrevendo sempre porque como você me disse uma vez - você tem o dom !